Notícias de Última Hora
Home / Curiosidades Ciência e Tecnologia / CONHEÇA A TEORIA SOBRE OS BURACOS BRANCOS, O OPOSTO DOS BURACOS NEGROS

CONHEÇA A TEORIA SOBRE OS BURACOS BRANCOS, O OPOSTO DOS BURACOS NEGROS

Assim como quase tudo na vida, o universo também poderia funcionar como um grande ying yang. Isso porque todo conhecem os buracos negros, mas nem todo mundo é familiarizado com seus irmãos menos conhecidos: os buracos brancos.

Sempre temos notícias dos buracos negros, de como eles se comportam e como são formados, mas pouco se fala dos gêmeos que, aparentemente, acompanham os buracos negros e se comportam de forma oposta ao seu irmão conhecido.

“Um buraco negro é um lugar em que você pode entrar, mas do qual você nunca pode escapar”, diz o físico Sean Carroll, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em um artigo. “Um buraco branco é um lugar onde você pode sair, mas você nunca pode voltar”, acrescenta.

E assim como o nome é oposto, a maneira com que ele se comporta também é. Ao invés de engolir tudo o que se aproxima dele, o buraco branco expele e repele constantemente qualquer matéria que chegue perto dele. O conceito é fácil de entender, mas eles têm um pequeno problema. A existência deles não é provada além dos conceitos matemáticos.

Começo

Por enquanto, os buracos brancos só são reais nos cálculos dos físicos e astrônomos, assim como os buracos negros foram um dia. “Os buracos brancos são modelos teóricos que complementam os buracos negros“, diz o físico Edward Larrañaga, professor do Observatório Astronômico Nacional da Colômbia.

“Ao realizar as operações matemáticas das equações levantadas por Einstein , isso resulta em um buraco branco, mas ainda não conhecemos nenhum processo físico que leve a um buraco branco sendo gerado”, explica Larrañaga.

Saber a veracidade de existência de um buraco branco significa ver fenômenos que, por enquanto, parecem ser impossíveis, como por exemplo a gravidade negativa que faz com que as coisas caiam ou que o tempo seja suspenso ou que aconteça ao contrário.

Eles podem parecer impossíveis de existir, mas os cientistas não descartam essa possibilidade. “A razão para suspeitar de buracos brancos é que eles poderiam resolver um mistério: o que acontece no centro de um buraco negro”, escreveu recentemente no portal New Scientist o físico, Marco Rovelli.

“Vemos grandes quantidades de matéria em espiral em torno do buraco negro e, em seguida, caindo para eles. Todo este material atravessa a superfície do buraco, o horizonte ou ponto de não retorno, cai e então ninguém sabe”, continua.

Enigma

Esse enigma é a chave para que alguns teóricos argumentem que o fundo de um buraco negro podem ser conectados a um buraco branco por um “buraco de minhoca”. “Teoricamente, você poderia entrar no buraco negro, passar pelo buraco de minhoca e sair pelo buraco branco. Mas fisicamente as condições lá são tão extremas, a gravidade é tão forte que uma acabaria esmagada antes de cruzar o buraco de minhoca”, explica Larrañaga.

Segundo alguns especialistas, os buracos brancos poderiam ser também um buraco negro mas no futuro, ou até mesmo uma fonte de modo que é chamada de energia escura, que é o que faz a expansão do universo. Mas até o momento, eles estão com mais perguntas do que respostas em suas mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *